Inicial > Gestão > A importância da manutenção preventiva para empresas de transporte rodoviário de cargas

A importância da manutenção preventiva para empresas de transporte rodoviário de cargas


Achei muito interessante encontrar um texto falando sobre manutenção preventiva no site Administradores, segue abaixo o texto com as devidas fontes.

O que é manutenção preventiva? (Texto de Ismael Gonçalves)

É uma revisão periódica e sistêmica em equipamentos como veículos, máquinas industriais, dentre outros, que é baseado em histórico de quebras em funcionamento, ou histórico de revisões periódicas realizadas. Normalmente a periodicidade está estabelecida em manuais técnicos, onde os fabricantes recomendam tais revisões.
Qual a importância, e por que a manutenção deve ser realizada?

Equipamentos requerem manutenção, seja preditiva, preventiva, ou ate mesmo corretiva, pois é preciso garantir para a operação que este funcione, e principalmente, seja confiável. Esta garantia não é apenas quanto à integridade do equipamento, que o mantém disponível para produção / operação, mas também de segurança, pois a não realização da correta manutenção coloca em risco a integridade física das pessoas envolvidas, inclusive da sociedade.

Quais as conseqüências da não realização da manutenção preventiva?

A não realização do trabalho preventivo eleva as ocorrências de manutenções corretivas, aumentando o custo com manutenção, o tempo de horas parada do equipamento por manutenção, aumenta ainda a demanda de trabalho em função da quantidade de corretivas a realizar, e coloca em risco a integridade das pessoas.

Quando e como realizar a manutenção preventiva de veículos?

Nos casos dos veículos, regularmente analisa-se a quilometragem atual, observando o histórico de manutenções preventivas e corretivas realizadas, e verifica-se a recomendação do fabricante para análise de desgastes e reparos de compartimentos, tais como motor, caixa, sistema elétrico, bem como a necessidade de troca de óleo lubrificante, e peças como pastilhas de freios, válvulas, mangueiras, etc.
Em alguns casos analisa-se também o tempo de funcionamento do equipamento, seguindo as recomendações do fabricante.

Como estabelecer uma rotina para manutenção de veículos?

A empresa deve apenas usar equipamentos confiáveis. Portanto, abaixo seguem algumas dicas de como criar uma rotina para garantir a correta manutenção dos equipamentos:

  • Mapear o processo: Realizar um levantamento das principais etapas do processo de manutenção, estabelecendo o fluxo de processo (entradas e saídas), bem como se existem processos de apoio.
  • Documentar o processo: Estabelecer um procedimento documentado, relatando o processo e suas etapas, mencionando quais check lists e documentos utilizados, bem como responsáveis por cada atividade.
  • Realização do processo: Aplicar a sistemática de manutenção que foi documentada para os veículos da frota e terceiros contratados, observando os itens a inspecionar e mantendo evidência das inspeções, bem como dos serviços realizados.

Terceirização de serviços

O programa de manutenção pode ser em partes ou totalmente terceirizado, desde que os documentos de controle e as evidencias das manutenções realizadas permaneçam na empresa.
Observação: Em alguns casos, em função dos custos, a terceirização dos serviços de manutenção pode ser uma boa alternativa.
Garantia de Qualidade

Com o programa efetivo de manutenção preventiva dos veículos a empresa de transporte estará garantindo que estes sejam adequadamente reparados, lubrificados, ajustados e mantidos de forma a evitar desgaste anormal, e a detectar defeitos antes que estes possam resultar em acidentes.
Veja o que acontece em empresas de transporte rodoviário que estão preocupadas com a qualidade:

  • A manutenção preventiva é realizada regularmente;
  • Resultados de inspeções preventivas são registrados no programa regular de manutenção;
  • O motorista contribui com relatos quanto às condições do veículo realizando check lists de inspeção diariamente, e estes são analisados pelo setor de manutenção;
  • O desgaste anormal, danos acidentais e abusos detectados na manutenção são investigados;
  • Custos de manutenção corretiva são registrados e analisados como perdas, e ações de correção e de acompanhamento são tomadas para que não aconteçam novamente.

Isso também se aplica aos casos em que a manutenção ou inspeção preventiva tenha sido terceirizada. Espera-se, neste caso, que a transportadora tenha um sistema de acompanhamento, com registros confiáveis disponíveis a todos os responsáveis pela operação da empresa.

Fonte:

http://www.administradores.com.br/informe-se/artigos/a-importancia-da-manutencao-preventiva-para-empresas-de-transporte-rodoviario-de-cargas/49241/

Anúncios
Categorias:Gestão
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: