Inicial > Notícias > Cresce o número de acidentes na construção civil

Cresce o número de acidentes na construção civil


Quando se fala de segurança, todo o cuidado é pouco, porém a notícia que segue abaixo, mostra que infelizmente a área da construção civil está passando por um momento em que é necessário conscientizar cada vez mais seus colaboradores, pois é preciso estar constantemente renovando os avisos e treinamentos de segurança. Depois de um tempo, alguns profissionais se acostumam com as operações e passa a ignorar os procedimentos de segurança e é examente neste momento que deve haver uma reclicagem no treinamento desses profissionais.

Segue abaixo a notícia:

A comissão interna criada pela Usiminas ainda não anunciou a causa do acidente que provocou a morte de um trabalhador na última semana. O operário terceirizado Augusto Pedro dos Santos realizava serviços de manutenção na área industrial da empresa, em Cubatão (SP), no momento em que houve uma explosão no alto-forno. O acidente ocorreu na última quinta-feira (3) e a vítima entrou em óbito dois dias depois.

O diretor de Segurança do Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil da baixada Santista Luis Carlos Andrade lembra que essa é a terceira morte decorrente de acidentes de trabalho no ano. Ele ainda alerta para a falta de prevenção.

 “Se você fizer um trabalho preventivo permanente, não vai acabar, mas pode inibir bastante. No caso da Usiminas, nós já fizemos isso no passado e reduziu bastante, mas a impressão que dá é que começa a relaxar de novo. Dentro da Usiminas não tem justificativa porque se você somar o número de engenheiros, técnicos e médicos, é uma quantidade razoável para ficar vulnerável na área de prevenção.”

 Com alta de 11% no Produto Interno Bruto (PIB), a construção civil foi o setor da economia que obteve o maior crescimento em 2010. No final do ano havia 120 mil canteiros com obras em andamento no país. Ao todo, foram criadas mais de 340 mil vagas de emprego formal na área.

O número de mortes de trabalhadores subiu 80% em apenas um semestre. A principal causa de morte na construção civil está relacionada a quedas, soterramentos e choques elétricos. Embora não existam números oficiais, o sindicato da categoria em Manaus (AM) registrou a morte de 23 trabalhadores no município, somente nos dez primeiros meses de 2010.

Fonte:

http://www.mundosindical.com.br/sindicalismo/noticias/noticia.asp?id=5345

Anúncios
Categorias:Notícias
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: