Início > Gestão > Obstáculos para êxito de um software de gerenciamento da manutenção

Obstáculos para êxito de um software de gerenciamento da manutenção


Carência de metas de um software de gerenciamento de manutenção e dos resultados previstos. Você nunca faria uma viagem a um destino que nunca visitou sem consultar uma boa fonte de informação como um mapa.

Você não construiria um edifício sem planos. Ainda assim algumas empresas ignoram a implementação do software de gerenciamento de manutenção sem metas convenientes ou sem uma idéia de como será o resultado.

Os passos para evitar estes obstáculos incluem:

  • Criar um caso de negócio com objetivos medidos e uma equipe funcional mesclada. As áreas de foco incluem a produção baixa, reduzir o desperdício, otimizar o inventário de reposição, incrementar a produtividade da manutenção e aumentar o suporte a manufatura e produção.
  • Criar um plano de implementação em fases. Desenhe o projeto em fases que podem terminar em 30, 60 e 90 dias. Comece com as áreas que podem gerar rapidamente uma alta recuperação do investimento para superar a apatia humana e a visão corporativa que não considera mas do que os custos da operação.
  • Divulgue os resultados e depois repita essas informes em cada oportunidade.

Falta de integração – Conectar e reproduzir é somente um conceito e a tentativa de unir vários usos de softwares juntos não trabalhará sempre da maneira que queremos. Isso apóia a discussão para um conjunto integrado de aplicações.

Para evitar este obstáculo ou pelo menos reduzir seus efeitos:

  • Utilize um consultor para solucionar os problemas complexos de integração, não pessoal próprio. Eles são experts em um nível que o problema requer para a resolução e você pode encontrar a solução nas versões futuras do software.
  • Assegurar-se de que se tenha orçado uma porcentagem significativa do custo do projeto para criar uma integração eficaz.

Falta de uma estratégia de manutenção abrangente – a gerência da manutenção é um processo de negócio e um software de gerenciamento é a tecnologia usada freqüentemente para automatizar e apoiar este processo.

Se existem defeitos em sua estratégia gerencial de manutenção, um software não os resolverá. O software de gerenciamento exporá esses defeitos, inclusive com uma rapidez muito grande.

Para evitar este obstáculo:

  • Utilize estratégias como a utilização da Manutenção Centrada em Confiabilidade (RCM) ou Otimização da Manutenção Preditiva para assegurar-se de que sua gerência de manutenção se baseia em um processo de disciplina.
  • Conhece seu ambiente e como funcionam as coisas.

A equipe de implementação do software de gerenciamento deve passar tempo com o pessoal de manutenção e de produção/operação. O software deve ajudar cada empregado a realizar melhor o seu trabalho e com maior eficácia.

Permanecer em constante comunicação e permitir um ambiente livre de emoção que recompensa o descobrimento e divulgação dos problemas e implica aos envolvidos em descobrir a solução renderá melhores resultados.

Estratégias como Manutenção Centrada em Confiabilidade ou Otimização da Manutenção Preditiva ajudarão na gestão da manutenção.

Informação inútil – Em um esforço de manter em ordem o histórico de trabalho ou uma conta de materiais, a sujeira ou a informação que não são constantes ou exatas se importam em um software. Outros problemas se podem criar por códigos não uniformes e outras dados enquanto o software segue adiante.

Quando o pessoal que utiliza o software começa a perder a confiança nos dados, criarão atalhos e maneiras de ter acesso a informação necessária para fazer um trabalho fora do software.

Para evitar este obstáculo:

  • Utilize um serviço de filtro de dados para assegurar que os dados exatos serão introduzidos no software
  • Criar códigos exatos de entrada de dados e fazer cumprir seu uso com a ajuda da gerência
  • Utilize os menus de leitura inferior automática para evitar erros tipográficos

Criar para que o empregado se envolva – para que o software seja eficiente e produtivo deve-se utilizá-lo. Sem os treinamentos apropriados, muitos programas de gerenciamento de manutenção podem intimidar para serem utilizados. Além disso, seu uso pode tomar mais tempo que o sistema anterior.

Ao conseguir que o empregado se envolva, você deve começar com a ajuda absoluta e ativa da gerência e depois agregar exercícios de comunicação para demonstrar quais são os benefícios para o desenvolvimento do seu trabalho. Como se verá no futuro uma vez que o software de gerenciamento esteja em serviço. Explique as vantagens individuais do usuário e as vantagens totais da companhia.

Carência de responsabilidade – A equipe do software deve ser dotada com recursos e apoiada para alcançar a implementação acertada do software de gerenciamento sem embargo, devem ser 100% responsáveis do resultado.

Comprar uma solução tecnológica nunca é a resposta para melhorar um processo do negócio.

Para evitar este obstáculo:

  • Proporcione bônus, salários e outras recompensas financeiras para a equipe responsável da implementação acertada
  • Selecione um dono do processo para que tome a última responsabilidade
  • Assegure a ajuda superior absoluta e visível

 Traduzido de:

http://confiabilidad.net/articulos/6-obstaculos-para-el-exito-en-el-software-de-sistemas-de-cmms/

Anúncios
  1. agosto 17, 2011 às 7:42 pm

    O único problema que tenho visto para implantar um software de manutenção tem sido a falta de recursos e pessoal qualificado para fazê-lo, por esta razão, tem sido comum tagueamentos que beiram a completa estupidez, automação de erros anteriores e trabalhos que param na metade ou que nunca chegam ao seu final.
    Já o uso e aproveitamento correto deste poderosíssimo recurso é outra história, requer disciplina, organização e disposição. A entrada de dados deve ser filtrada pelos clientes no ato da aprovação do serviço, o almoxarife deve registrar o material utilizado e o chefe de primeira linha deve aprovar e comprovar problema, causa e solução, para que a informação não fique incompleta ou incorreta, numa cultura como a nossa isto é quase um milagre. Devemos, portanto, criar processos de auditoria aleatória para o documento, peças utilizadas e o serviço executado, e quem deveria fazê-la, o gerente da área que está pagando pelo serviço em conjunto com o gerente da manutenção, que têm capacidade técnica para averiguar a realidade dos fatos, convenhamos que para esta cultura de passar a mão na cabeça e de aversão ao gemba de nossos gestores é algo bem difícil de vingar.
    Desta forma o profissional se diz ameaçado pelo controle e omite informação, o cliente não se sente dono do equipamento ou responsável pelo seu orçamento e não controla coisa alguma, o almoxarife delega para o profissional anotar o consumo, o encarregado (chefe etc.) “acredita” no seu pessoal, e os gerentes, estes coitados, não querem encrenca no gemba e o PCM simplesmente registra este monte de falhas e tira lindos gráficos e relatórios, totalmente desacreditados e inúteis. Assim todos podem dizer que estão “Up to date” com as melhores técnicas de “BPM e BPMS” e outras coisas bonitas como estas.
    Softwares de Manutenção quando confiáveis e bem empregados indicam deficiências, causas e soluções, mostram os processos fracos e os pontos de melhorias, são a melhor arma para a Engenharia de Manutenção, a Engenharia de Confiabilidade, a área de processos, para o PFMEA, para o WCM e para DMAIC, abrem o caminho para um processo enxuto (Lean) e eficaz. O que tenho vivenciado na maioria das empresas que tenho visitado, me habilita afirmar que seria muito mais útil e econômico desistir do investimento feito, parar, desenvolver a chefia de piso de fábrica e criar uma cultura de trabalho e responsabilidade que, depois de consolidada, permita enfrentar o descrédito e recomeçar, só que desta vez certo.
    Abraços a todos;

  2. agosto 19, 2011 às 3:05 pm

    Carlos :
    Na minha opinão, o resultado esta na escolha, principalmente por que os gestores não sabem diferenciar um sistema de gestão de ativos e manutenção com um sistema de gerenciamento das rotinas de manutenção e como as empresas vizualizam o manutenção como centro custos, os gestores fazem muito pouco para mostrar que a manutenção é um centro de resultados, lógico que quando bem gestionada, pois ela pode ser bem gerenciada, mas não gestioanda.http://justiqueinvestimento.blogspot.com/

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: